Make your own free website on Tripod.com

PRODUTOS  - TALISMÃS - BANHOS - MAPAS - CONSULTAS - BARALHOS - SIMPATIAS - LENÇOS   NOVIDADES
12 TRABALHOS - REALEJO - RELÓGIO - ÁRTIGOS  DIA DO NASCIMENTO



SIMPATIAS

AMOR - CAXUMBA - COBREIRO - HÉRNIA - 

 

AMOR

1. Para a mulher conquistar o homem de seus sonhos

 

Pegue um pedaço de papel branco e coloque-o sobre um prato. Desenhe um coração do tamanho do fundo do prato. Depois, recorte o desenho e escreva nas três primeiras linhas o nome do homem desejado. Em outras três linhas, escreva seu próprio nome. Coloque o desenho do coração no fundo do prato, derrame um pouco de mel sobre ele, juntamente com algumas pétalas de rosa branca. Depois, acenda uma vela branca bem no meio do prato, deixando-a queimar totalmente. Quando a vela acabar de queimar, firme o pensamento no homem desejado. Guarde o prato por sete dias. Depois, lave as pétalas e coloque-as dentro de um livro. O prato com o coração deve ser deixado num jardim onde existam espinhos.

2. Para mulher feia arrumar namorado

A mulher feia sofre por causa disso. Porém, as forças ocultas poderão ajudar uma mulher feia a conseguir namorado bem apessoado, até causando inveja nas amigas. Deve, para isso, proceder assim: pegar uma palma de espada de São Jorge, cortá-la em três pedaços e colocá-la para ferver por três horas. Deixe a água esfriar e lave o rosto com essa água, sempre solicitando que São Jorge transforme-a de "dragão" em princesa bela e desejada.

3. Para que a pessoa amada volte

Você brigou com o namorado? Ou a namorada? Ou seu marido fugiu? Então preste atenção nesta simpatia. Escreva o nome da pessoa num papel branco, à meia noite de uma sexta- feira, enterre o papel todo dobradinho debaixo de um pé de chorão, pense firme no seu retorno e urine em cima.

4. Para que sua namorada não te esqueça

Faça que um pedaço de carvão pareça um coração, deixe em um lugar que bata o primeiro sol da madrugada. Dentro do carvão escrever o nome dela. Bater o pé, por cima, ao mesmo tempo pronuncie o nome dela. ela nunca o deixara.

 

5. Para que o namorado volte

 

Amarre 7 fitas coloridas numa estatua de Sto. Antônio, deixando guardada em seu guarda-roupa de cabeça para baixo. Prometa que quando tudo estiver bem, você liberta o Santo.

6. Para mulher conquistar o amado.

Escreva o nome completo dele num cigarro com filtro. Depois acenda o cigarro e deixe queimar até o fim. Não precisa fumar. Pegue o filtro e jogue na frente da casa da pessoa que você gosta e não conte nada a ninguém.

 

7. Para o rapaz arranjar namorada

 

Conseguir três penas de qualquer passarinho e três pétalas de rosas, de qualquer cor. Conservá-las embrulhadas no bolso e ir trocando de bolso de vez em quando.

 

8. Para terminar com um amor

 

Escreva o nome da pessoa no chão ou na areia. Encha um litro de água de rio. Jogue em cima do nome formando uma cruz, até a água do litro acabar. Quebre o litro, bem quebradinho, e enterre bem fundo em lugar onde as pessoas não passem.

 

9. Para voltar com o namorado

 

Escreva em cruz o seu nome e o da pessoa amada num pedaço de papel. Ponha dentro de uma vasilha virgem, cubra os nomes com uma substância doce. Coloque a vasilha debaixo de sua cama por vinte e um dias. Logo verá que a harmonia estará se fortalecendo entre os dois.

 

TOPO

 

CAXUMBA.

 

A glândula salivar chamada parótida, situada em cada lado da face, abaixo da orelha, pode ser atacada de uma inflamação aguda, chamada caxumba ou parotidite. Causa febre, agitação, dores, dificuldade de abrir a boca. A caxumba em homem pode se complicar e dar origem à inflamação dos testículos, e aí se diz que a caxumba desceu. Nas mulheres se complica com ovante (inflamação dos ovários) e mastite (inflamação da mama).

 

1- Três pessoas ficam numa sala, ocupando três cantos. A cachumbenta entra, dá três voltas e diz:

-Caxumba, caxumba, não te devo nada, portanto, toma uma umbigada!

Ao terminar estas palavras, dá uma umbigada no canto livre, onde não está ninguém.

Repete-se a simpatia três vezes.

 

2 - Esquenta-se uma colher de pau virgem, feita de pau verde, até verter óleo. Depois de bem quente passar no rosto do caxumbento. Depois, passar sebo de boi. Repetir a simpatia até sarar.

 

3 - Abaixa-se a cabeça do doente até perto das cinzas, num fogão de lenha e pergunta-se:-O que eu corto? O doente responde:-Caxumba.Faz-se uma cruz na cinza do fogão. Repete-se três vezes, fazendo três cruzes na cinza.

 

Variante 1

 

Lambuzam-se de pomada de beladona os dois lados do rosto. Esquenta-se uma colher de pau e vai-se passando no rosto primeiro de um lado, depois do outro, em cruz.

Enquanto isto, fazem-se as perguntas acima e obtêm-se respostas, por 3 vezes.  A aplicação e a simpatia devem ser feitas à noite, para deitar, porque a beladona é quente.

                                              

Variante 2

 

Pega-se a mão de um pilão e faz-se a pergunta ao doente:-Caxumba

-Isso mesmo eu soco. Dá-se um golpe com a mão do pilão, fingindo socar.Repete-se três vezes, três dias seguidos.

 

   Na sexta-feira maior, passar a colher de pau na caxumba, três vezes.

TOPO

 

  

COBREIRO

  

Dermatose zosteriforme, conhecida também como cobreiro. Apresenta pequeninas bolhas, vermelhas e camadas, que ardem, picam, coçam e dão febre. E uma variante de herpes. Aparece ordinariamente em torno do corpo, ou em torno de um membro, em forma de cobra, de cinto. O povo acredita que cobras, sapos, lagartos, passando roupa do coradouro provocam o cobreiro. É por isso que se deve passar a roupa com ferro bem quente, isso evita essa dermatose.
 

      Reza-Simpatia contra cobreiro:

 

1 - Deixa-se em cima da mesa um prato com água da fonte um ramo verde de alecrim.   Molha-se o ramo verde nessa água e vai-se aspergindo o doente de cobreiro, enquanto se diz ensalmo:

 Com água das fontes e ervas dos montes. As perguntas são feitas pelo benzedor e as respostas ficam por conta do doente. O benzedor finaliza, benzendo em cruz com os ramos verdes o cobreiro e dizendo:

 Eu te benzo, cobreiro, com água da fonte e ramo do monte. Os três ramos verdes devem ser atirados imediatamente em água de rio.

 

2 - Para acabar com o cobreiro, pega-se um cipó de cará de árvore, chamado cará-moela e passa-se em volta do cobreiro; dão-se três voltas em torno do doente, cortando o talo uma vez cada volta.

Que é que eu corto? pergunta o benzedor, na primeira volta:

Cobreiro

O doente responde. Assim, três vezes. Depois de três voltas, pega-se o cipó e se atira na água corrente.

3 - O mesmo ensalmo pode ser feito com um talo de mamona, como no benzimento de verruga:

Que corto?

pergunta o benzedor.

Cobreiro brabo.

Isso mesmo eu corto: cabeça meio e rabo. Desse modo, três vezes. Os restos do material do ensalmo são atirados em água de ribeirão.

4 - Cerca-se o cobreiro com tinta, escrevendo: Ave-Maria (como na simpatia para curar impingem).

No fundo de uma vasilha faz-se uma cruz de pólvora e toca-se logo nessa pólvora. Espreme-se limão em cima do resíduo e passa-se no cobreiro.

    

 TOPO

SIMPATIAS PARA HÉRNIA

HÉRNIA

 

 

 

Tumor mole formado pela saída total ou parcial de uma víscera, através de uma solução de continuidade da membrana que a recobre. Nome popular: rendidura.

  

  

1 - Colocam-se os pés com as plantas contra o tronco da bananeira e risca-se o seu contorno com uma faca nova. Quando a casca se despregar e cair, a rendidura ficará colada e sã.

  

 

2 - Com uma faca virgem corta-se, de comprido, um cipó de São João e puxa-se uma parte para cada lado. O doente passa pelo meio, no mesmo sentido, três vezes. Depois, juntam-se as partes, amarrando com embira. Quando as partes colarem, a hérnia desaparecerá.

 

3 - Costura-se com agulha e linha novas, um pedaço de pano sem uso. Dá-se um ponto, e pergunta-se:

Que é que eu coso? O herniado responde:

Rendidura.

Isso mesmo eu coso.

Assim três vezes.

 

         Simpatia para curar rendidura de peso:

 

4 - Despeja-se água fervendo numa bacia. Na mesma água, vira-se de bruços uma lata de dois litros. Costura-se um pedaço de pano novo com agulha e linha novas. Leva-se para rezar um pai-nosso e uma ave-maria. A água subirá lata acima. Repete-se a mesma simpatia por três dias. Depois desse tempo, coloca-se o pano costurado em um formigueiro.

  

TOPO

 

  

COBREIRO

  

Dermatose zosteriforme, conhecida também como cobreiro. Apresenta pequeninas bolhas, vermelhas e camadas, que ardem, picam, coçam e dão febre. E uma variante de herpes. Aparece ordinariamente em torno do corpo, ou em torno de um membro, em forma de cobra, de cinto. O povo acredita que cobras, sapos, lagartos, passando roupa do coradouro provocam o cobreiro. É por isso que se deve passar a roupa com ferro bem quente, isso evita essa dermatose.
 

      Reza-Simpatia contra cobreiro:

 

1 - Deixa-se em cima da mesa um prato com água da fonte um ramo verde de alecrim.   Molha-se o ramo verde nessa água e vai-se aspergindo o doente de cobreiro, enquanto se diz en- salmo:

 Com água das fontes e ervas dos montes. As perguntas são feitas pelo benzedor e as respostas ficam por conta do doente. O benzedor finaliza, benzendo em cruz com os ramos verdes o cobreiro e dizendo:

 Eu te benzo, cobreiro, com água da fonte e ramo do monte. Os três ramos verdes devem ser atirados imediatamente em água de rio.

 

2 - Para acabar com o cobreiro, pega-se um cipó de cará de árvore, chamado cará-moela e passa-se em volta do cobreiro; dão-se três voltas em torno do doente, cortando o talo uma vez cada volta.

Que é que eu corto? pergunta o benzedor, na primeira volta:

Cobreiro

O doente responde. Assim, três vezes. Depois de três voltas, pega-se o cipó e se atira na água corrente.

3 - O mesmo ensalmo pode ser feito com um talo de mamona, como no benzimento de verruga:

Que corto?

pergunta o benzedor.

Cobreiro brabo.

Isso mesmo eu corto: cabeça meio e rabo. Desse modo, três vezes. Os restos do material do ensalmo são atirados em água de ribeirão.

4 - Cerca-se o cobreiro com tinta, escrevendo: Ave-Maria (como na simpatia para curar impingem).

No fundo de uma vasilha faz-se uma cruz de pólvora e toca-se logo nessa pólvora. Espreme-se limão em cima do resíduo e passa-se no cobreiro.

    

 TOPO

SIMPATIAS PARA HÉRNIA

HÉRNIA

 

 

 

Tumor mole formado pela saída total ou parcial de uma víscera, através de uma solução de continuidade da membrana que a recobre. Nome popular: rendidura.

  

  

1 - Colocam-se os pés com as plantas contra o tronco da bananeira e risca-se o seu contorno com uma faca nova. Quando a casca se despregar e cair, a rendidura ficará colada e sã.

  

 

2 - Com uma faca virgem corta-se, de comprido, um cipó de São João e puxa-se uma parte para cada lado. O doente passa pelo meio, no mesmo sentido, três vezes. Depois, juntam-se as partes, amarrando com embira. Quando as partes colarem, a hérnia desaparecerá.

 

3 - Costura-se com agulha e linha novas, um pedaço de pano sem uso. Dá-se um ponto, e pergunta-se:

Que é que eu coso? O herniado responde:

Rendidura.

Isso mesmo eu coso.

Assim três vezes.

 

         Simpatia para curar rendidura de peso:

 

4 - Despeja-se água fervendo numa bacia. Na mesma água, vira-se de bruços uma lata de dois litros. Costura-se um pedaço de pano novo com agulha e linha novas. Leva-se para rezar um pai-nosso e uma ave-maria. A água subirá lata acima. Repete-se a mesma simpatia por três dias. Depois desse tempo, coloca-se o pano costurado em um formigueiro.

VOLTAR